Gincana estimula o hábito de leitura nos estudantes

0


Foto: acervo pessoal

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Com o objetivo de incentivar o hábito da leitura entre os estudantes dos cursos técnicos de nível médio, o Centro Estadual de Educação Profissional em Gestão e Negócios do Centro Bahiano Professora Felicidade Jesus Magalhães (Ceep), localizado em Jacobina (341 km de Salvador), está promovendo a XIII Gincana de Leitura. Na ação, que segue até o dia 10 de outubro, são realizadas tarefas contextualizadas com os conteúdos de Literatura e de Língua Portuguesa.
 
Na gincana, cada equipe ficou com um livro específico para ser trabalhado em seis etapas. Com a tarefa ‘YouTube Literário’, os estudantes produziram um vídeo contando a história do livro escolhido. Na ‘Fanfiction’, eles modificam uma parte do livro e fazem uma dramatização da cena e na terceira etapa são feitas paródias com a história do livro. As tarefas seguintes são ‘Noticiando, ‘Analisando literariamente’ e ‘Arrecadando’, quando os estudantes receberão doações de livros em uma barraca montada na feira da cidade.
 
A professora de Língua Portuguesa, Denise Dias, afirma que são trabalhadas várias temáticas e gêneros literários na gincana. “A atividade interdisciplinar, que envolve diversas áreas do conhecimento, foi motivada para aprimorar as competências de ler e escrever na Educação Profissional e isso vem refletindo no aprendizado deles”, destaca a educadora.
 
Este é o caso de Hátirson Hugo Silva, 18 anos, que faz o curso técnico de nível médio em Administração. “Eu não tinha muito o costume de ler livros e agora estou gostando, até porque sei que está enriquecendo meus conhecimentos e irá me ajudar bastante nos vestibulares que irem fazer”, destaca o estudante. Ele diz que sua equipe escolheu o livro ‘Não se apega não’ e que gostou muito de ler devido à linguagem coloquial.
 
“Estou gostando muito de participar da gincana porque está me ajudando a entender melhor a linguagem dos livros estudados. Além disso, promove a integração, pois trabalhamos em grupo e cada integrante contribui com uma ideia”, afirma a estudante Andreza Jesus Silva, 17, do curso técnico de nívvel médio em Comércio, que está trabalhando com o romance ‘A Moreninha’.
 
A sua colega de curso, Andreza Silva Fernandes, 16, diz que gosta muito de ler e que esta atividade incentiva o hábito de leitura. “São tarefas dinâmicas e divertidas onde todo mundo se une para executá-las e isso torna o aprendizado mais divertido porque é uma competição leve e envolvente”, acrescenta.